Momentos

Este já tem alguns anos... Apesar de depressivo, é muito bonito.
---
Estou entorpecido com meus medos,
Parece-me bem grande esta loucura.
Ferimentos que estão sem ataduras
Divulgam para todos meus segredos.
---
Coração que está cheio de amargura
Faz a mente pensar só nos defeitos,
Movimentos me parecem tão mais lentos,
Que o sangue não mais jorra, coagula.
---
Mas se o que vejo agora é embaçado,
E a dor do corpo abranda a covardia,
E o sono que me vem não tem espinho,
---
Prefiro não pensar-me neste estado,
Prefiro não negar-me a fantasia,
Prefiro até morrer, mesmo sozinho.
---
#byLupo

3 comentários:

Rafael Castellar das Neves disse...

Não sei...complexo isso...os medos sempre nos assombram, a solidão também e ao mesmo tempo tão buscada...é um complexo de sentimentos...por situações...difícil de falar...mas o texto ficou muito bom!!

[]s

Lily Olival disse...

Fui me encolhendo ao decorrer da leitura... vontade de um abraço, aperto no peito, feridas se abrindo....
Triste, mas belo!

Beijos

A poesia prevalece!! disse...

Esse poema me lembra o dia em que a gente se falou pelo msn,quando penseii estar só perdida e quando uma boaa conversa lembrei-me o quando é necessario admirar pra ser feliz! =) adoreii

Postar um comentário

Olá. Obrigado por comentar meu texto. Se deixar o endereço do seu site / blog, eu retribuirei sua visita com prazer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...