Elogio ao Soneto

Eu sigo viniciando os meus quartetos,
Em vícios imorais de nostalgia,
Versando alegremente minha poesia,
Cantando sem pudor os meus sonetos.

Com as mãos escrevo o som que sai da boca,
E ao gosto desses anjos, vou vivendo,
E o copo, pouco gelo, vou enchendo,
E a mente de tão sã é quase louca!

É assim que a timidez que jaz no peito,
Te mostra o sentimento que há em mim,
Cá dentro, escondido atrás dos óculos.

P'ra mim, a perfeição é só um defeito,
Por isso escondo o bom, mostro o ruim,
E vibro quando pisam em meus rótulos.

by Lupo, 26/08/2008

Observação: Se quiser brincar, encontre no soneto três grandes poetas que escreviam sonetos.

7 comentários:

Blog da Fofa disse...

Ah... como sempre lindo, maravilhoso. E vc sabe que eu já achei os três poetas, mas não vou listá-los aqui, porque já lhe falei quais são e não gostaria de estragar a brincadeira de ninguém, kk. O soneto é fantástico. o poeta então... Beijão do tamanho da sua inteligência

Reflexo d Alma disse...

Ei!
Passando pra deixar um beijo,
dizer que estava com saudades de passar por aqui.
Te amo e logo logo volto...
Bjins entre sonhos e delírios

Lila disse...

Esconder o bom e mostrar o ruim....me ensina? rsss
Gosto de suas letras, menino.
Dê um abraço no mar por mim, por favor...rs
Bjs meus.

Fragmentos de Ser... disse...

Passando
para deixar
meus
sabores
e cores

LyRodrigues disse...

Depois de ler pela duocentésima vez, eu descobri \o/

Quer dizer... acho rs

Lupo disse...

Resposta: Vinicius, Camões e Augusto dos Anjos. Onde estão as referências eu deixo pra vocês! =)

Obrigado pelos comentários queridas minhas!

LyRodrigues disse...

Uhul \o\ \o/ /o/ (hola da vitória)

Eu acerte-ei

Postar um comentário

Olá. Obrigado por comentar meu texto. Se deixar o endereço do seu site / blog, eu retribuirei sua visita com prazer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...