Soneto do Suicída

Há no mundo um alguém estristecido
Que a esperança deixou de acompanhar
E sua vida, tão chata e sem sentido
Este alguém, sem receio, quis findar.

Caminhou entre as vigas do edifício
E o penhasco ele foi para escalar
E nadou bem no fundo, um sacrifício
Mas voltou pelas ondas deste mar.

No edifício e no penhasco, bem lá em cima
Ele pode o universo observar
E sentiu-se um gigante nesta vida.

Mas no mar, em que amar é melhor rima
Percebeu que sem fôlego ao voltar
Para a areia, encontrou a fé perdida.

#byLupo - 29/12/2010

7 comentários:

Deny disse...

Triste daquele que não tem fé em Deus!
Que não tem perspectivas, que não tem amor!
O bom mesmo e talvez o melhor da vida é viver sempre apesar de.

Sempre com intensidade, emoções, sinceridade, sorrisos e muito amor!

Jota Brasil disse...

É um sentimento que a maioria acho que tem um dia. Um mundo de gente feia, sem amor, gente egoísta e individualista.
Todo sorriso, toda a alegria e toda a felicidade desse mundo é tudo engano.
Grande Soneto, caprettone...(Novidade né?)

Sérgio Filho disse...

Parece até meu ser,
Procurando respostas ocultas
Ao meu redor.
Cansado de ficar só,
E encontrando a vida
No meu quase morte.

Aquele abraço!

Blog da Fofa disse...

BB, q triste... A vida é feita de momentos. Tem uma frase q ouço na comunidade assim: "A dor pode ser intensa, mas jamais será eterna". Tenho certeza que muitas pessoas vão se enxergar nesse soneto. Muitas vezes eu já me senti assim. Acho o mundo estranho, por isso crio o meu próprio mundo. Como uma autista por opção. Esse soneto está fantástico. Adoro vc. Bjo bb

Néia disse...

Oi Lupo...
Às vezes ficamos perdidos diante de sentimentos e problemas, que bom que este ser conseguiu em tempo se encontrar. Nem sempre é possível...
Belo soneto, faz refletir.
Viver é uma arte...
Beijos e saudades de vc lá no blog!!
Um 2011 iluminado pra vc...

Fragmentos de Ser... disse...

passando pra deixar meu rastro
e desejar um belo
novo desenrolar do calendário.
"Saudade do cheiro teu"...
cores e flores pra ti

Néia disse...

Oi querido...
Saudades, a tua ausência deixou um vazio e fiquei até insegura com medo de ter feito algo sem perceber e ter te magoado.Fiquei feliz que apareceu.
Beijos Néia

Postar um comentário

Olá. Obrigado por comentar meu texto. Se deixar o endereço do seu site / blog, eu retribuirei sua visita com prazer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...