Soneto da Confiança

Eu sou um apaixonado pela vida
Que traz no peito sempre acompanhado
Por marcas e feridas do passado
O dom de acreditar em quem duvida.

Não trago só tristezas de abandono
Nem conto as vezes que eu fui enganado
A lágrima me trouxe o aprendizado
Que de outro alguém ninguém pode ser dono.

E sigo procurando com esperança
Aquela que me dê a confiança
Que dou sem perguntar se a mereço.

Não vou nunca esquecer de na balança
Pesar o que me destes sem cobrança
Aquilo que eu te dei sem nem por preço.

#byLupo, 09/11/2010

2 comentários:

LyRodrigues disse...

Que bonito isso Lupo *-*

Acordar e ler algo assim já faz valer o dia

Lily Olival disse...

Que delícia ler este soneto!!!

"O dom de acreditar em quem duvida..."
Você escreveu isso pra mim e nem sabe... huahauhauha

Lindo lindo queridito, inspirador!!!
Beijos meus
=)

Postar um comentário

Olá. Obrigado por comentar meu texto. Se deixar o endereço do seu site / blog, eu retribuirei sua visita com prazer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...